Meu Kantinho – Problemas a serem resolvidos…

51

Não sou advogado, não sou psicólogo, não sou adivinho, mas diante do que ouvi na Primeira Reunião Extraordinária, realizada hoje (11/01), na Câmara Municipal, eu só queria entender como compreender e interpretar para ficar melhor esclarecido. Só isso!

Por exemplo, ouvi a frase, “Vamos nos unir e trabalhar pelo povo de Iturama”, dita por um vereador.

Esse pedido de união e trabalhar para o bem do povo de Iturama, deveria ter sido uma tônica durante o mandato passado, para sensibilizar o prefeito de então, a tomar medidas e providências para normalizar ou moralizar os serviços de saúde, uma vez que o foco de seu pronunciamento foi sobre a Saúde Municipal.

Foi muito enfático ao relatar fatos como a dívida existente com os funcionários da Saúde, ressaltando que a “dívida não é de um ou outro prefeito, mas sim do município”. Não entendi se a frase era para “salvar” o ex-prefeito pela sua omissão ou se era mesmo dentro do conceito de união e trabalhar pelo bem do povo. Afinal, se existe a dívida foi porque o gestor anterior não fez os pagamentos devidos. Se tivesse feito, o Município não estaria devendo.

E quando o vereador afirmou que “AGORA todo o pessoal da Saúde está sem receber”, a dívida parece ter sido apontada ao prefeito atual…

Mencionou ainda o atendimento falho aos diversos casos e que aqui não tem uma especialidade funcionando, o que se deduz não haver condições de um melhor atendimento mais efetivo para casos mais complexos. Ora, penso eu, disso ele sabia pois era um dos defensores dos enfermos e ou acidentados, agindo com presteza uma remoção para Uberaba, onde as condições hospitalares de lá são excelentes, principalmente no caso da senhora que “está hoje com 14 dias com o ombro quebrado em dois lugares”. Já não poderia ter providenciado sua remoção para aquela cidade? Afinal 14 dias, se retrocedermos vai dar no dia 29 de dezembro de 2020 – quer dizer: entre a antiga e a nova gestão. E se o caso era urgente, já poderia ter providenciado. Não sei se estou certo, mas dá para entender? Prá mim é um tanto subjetivo.

Eu entendo que se tivesse sido uma administração sensata e voltada para os interesses da população ituramense; que modernizasse com mais equipamentos e profissionais nas especialidades que dizem faltar aqui, nem haveria necessidade de remoção de doentes ou acidentados para outras cidades. (Pelo menos foi promessa de campanha). Nossos profissionais da Saúde, têm capacidade para atender a todos na maioria dos casos. Não merecem serem preteridos, mas precisam, é lógico, terem a compensação financeira por seus serviços! E, da mesma forma os demais funcionários. Iturama tem uma arrecadação invejável, uma população expressiva e portanto, merecedora de um Serviço mais completo, inclusive uma UTI. Mas o que foi que vimos até agora? Queixas e queixas; serviço de transporte da Saúde sem uma manutenção adequada e até mesmo, falta de combustível. E por que aconteceu isso?

A meu ver foi por falta de fiscalização aos atos do prefeito e essa fiscalização é feita por quem? Pelo vereadores! Será que fizeram? O resultado aí está!

Iniciou agora uma nova Administração. Ela está “arrumando a Casa” e pelo visto está um “Deus nos acuda”! Vamos torcer para que tudo dê certo; que haja acordos em benefício de um de outro; que os trabalhos sigam com bom rumo e que não haja o que houve em 4 anos passados sem a fiscalização do Legislativo.

Deixando os sentimentos partidários de lado, uma vez que se pede “união”, devemos acreditar que unidos, Legislativo e Executivo, o administrador atual venha dar solução aos múltiplos problemas herdados e aos que ainda surgirão, tudo para o bem do povo! Que assim seja!

Vamos juntos então, ajudar nas soluções e desprezar as acusações?

Comente essa notícia

Utilize o seu facebook, para comentar