Uma paciente, de 28 anos, com sintomas do novo coronavírus está internada no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU). O caso suspeito foi confirmado nesta quarta-feira (26), pela Secretaria Municipal de Saúde, que informou que segue todas as orientações de atendimento definidas pelo protocolo do Ministério da Saúde.

Em janeiro deste ano, o G1 noticiou que o HC-UFU é referência nas regiões do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba para tratamento de casos suspeitos da doença.

Em nota, o HC-UFU confirmou que internou um paciente com suspeita de infecção pelo coronavírus, que segue monitorado em isolamento aguardando resultados de exames. Também afirmou que o paciente chegou da Itália em São Paulo e foi para Uberlândia.

Apesar de a TV Integração ter as informações de que se trata de uma jovem de 28 anos e questionar a instituição sobre, o HC não confirmou o sexo ou idade do paciente.

Já a Secretaria de Estado de Saúde informou que todas as informações sobre o coronavírus são divulgadas no site por meio do boletim epidemiológico e que os casos divulgados são alinhados com o Ministério da Saúde. No boletim divulgado nesta tarde não consta o caso suspeito no HC-UFU.

A produção da TV Integração entrou em contato com o Ministério da Saúde para mais informações e até a última publicação desta reportagem ainda não havia retorno. O caso suspeito ainda não aparece na lista do Ministério da Saúde.

Emergência de saúde pública

No dia 30 de janeiro, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou que os casos do coronavírus 2019 n-CoV são uma emergência de saúde pública de interesse internacional.

Coronavírus no Brasil

O Ministério da Saúde afirmou nesta quarta-feira (26), que está comprovado o primeiro caso positivo de coronavírus no Brasil. Trata-se de um homem que mora em São Paulo, tem 61 anos, e veio da Itália. Esse é o primeiro caso da doença no país e em toda a América Latina.

Além dele, até o fim desta manhã o governo havia divulgado que há outros 20 casos em investigação e 59 suspeitas que já foram descartadas.

Comente essa notícia

Utilize o seu facebook, para comentar