MEU KANTINHO

138

VAMOS CUIDAR DE ITURAMA?

O cenário político em Iturama se amplia em consequência de mais nomes pretendendo a Cadeira do Executivo Municipal e no Legislativo. É ano eleitoral!

Para dirigir os destinos de Iturama, essa escolha é de responsabilidade não só dos eleitores, mas sim, de toda a sociedade que aqui vive e luta para ter o melhor para que “quem tem o melhor vive melhor”.

Vale a pena então, apelar para os valores cívicos-morais do município para que nessa política de poder já em início de manifestação, haja uma boa escolha.

Para isso, temos que considerar que a política é uma das profissões mais nobres; porque quem a exerce assume responsabilidades só conciliável com grandes qualidades morais e de competência; que o político deve ter em as suas ações, além de lutar para a conquista do poder, foco especial para o bem público, e não o paternalismo ou protecionismo, incluindo nepotismo.

Uma gestão, prestem atenção, pode ser variável de acordo com a ideologia ou os valores de cada político, embora sempre se espera que ele busque com prudência e coragem o que for de melhor. É de se observar a importância de um político pois ele “pode ter uma má influência sobre a vida das pessoas maior do que a de qualquer outra profissão.”

A política, olhando pelo lado ético não pode ser diferente da ética da vida pessoal.

“Além de observar os princípios gerais, como não matar ou não roubar, o político deve mostrar ao povo que o elegeu sua capacidade de defender o bem comum, e o bem estar de toda a sociedade, sem se preocupar com o simples exercício do poder. Além de não distinguir, de qualquer forma, os demais membros da sociedade, deve ser capaz de mostrar a esses membros que assume a responsabilidade pela consecução deste objetivo. Exerce assim, o que se convencionou chamar da “ética da responsabilidade”.

Diante dessas considerações, a sociedade para seu próprio bem deve dentro de sua ética pessoal, discernir o que convém ou não para ocupar o cargo de gestor e legisladores do município, para o próximo quadriênio.

Iturama é uma cidade que está pronta, mesmo com o interstício de progresso que se verifica, continua pronta para retomar sua evolução política-social-econômica. Resta, portanto, saber quem escolher para ela mais crescer e se mostrar altaneira no contexto estadual.

Com uma arrecadação invejável; com um povo laborioso; com uma produção agropecuária, comercial e industrial respeitável, Iturama só tende a crescer, a se elevar, se houver uma condução política que assegure segurança, justiça e direitos e não uma política de classes antagônicas que se preocupam na prevalência do poder, do domínio, até então predominante.

Será muito bom para Iturama se o político a ser escolhido, entre os pretendentes, ser ciente de sua obrigação com a ética da responsabilidade, e saber que não deve subverter seus valores e, muito menos aqueles que apresentou para seus eleitores.

Vamos cuidar de Iturama?

Comente essa notícia

Utilize o seu facebook, para comentar