Meu Kantinho

181

Tentativa de assalto

Na tarde de 09 de fevereiro, cerca de 18:30 hrs, fui vítima de uma tentativa de assalto à mão armada, por um elemento menor (14 anos), que queria meu celular.

Após ele apontar a arma e dizendo querer o celular “ou te dou um tiro”, percebi que a referida arma apontada era uma réplica de arma de fogo tipo pistola. Dialoguei com ele e levantando-me da cadeira onde estava sentado, pensei em atacá-lo e ele percebendo minha reação (errada mas instintiva), saiu em disparada com sua bicicleta.

Acionei o nº 190 no que fui prontamente atendido e em seguida com a presença do 3º Sgt PM Hermes Leonardo Ruas Costa, Matrícula 1580646 e Sd PM 1ª Classe, Guilherme Alberto Ascenção, Matrícula 1714302,  que tomando as providências necessárias, promoveu ações para a detenção do autor da tentativa o que aconteceu em tempo recorde.

Por essa providência, tenho a satisfação manifestar meu reconhecimento pela postura exemplar ao comigo colherem detalhes sobre o indivíduo; pela conduta célere no cumprimento seus misteres, dentro dos princípios legais, que resultou plenamente eficaz dentro do comprometimento com a Segurança Pública.

Foi essa a postura dos Policiais Militares:  1º Ten. PM Edson Braz dos Santos, Matrícula 1224591;  3º SGT PM Hermes Leonardo Ruas Costa, Matrícula 1580646; 3º Sgt PM Gilson Ferreira da Cruz Matrícula 1278969;  os Cabos PM Lucinei Oliveira da Silva, Matrícula 1255397;  Rudiele Almeida Severino Santos, Matrícula 1471788 ; José Cornelio da Lapa Junior, Matrícula 1561331;  os Sds. 1ª Classe Guilherme Alberto Ascenção, Matrícula 1714302 e Geislon Marcel Tomaz Macedo, Matrícula 1716455.

Além desses, merece destaque também o atendimento cavalheiresco da Polícia Civil ao colher o depoimento sobre o acontecido, os Senhores Escrivão de Polícia, Eduardo Aparecido Vitorino e Dr. Dimer de Toledo Ribeiro, DD. Delegado de Polícia.

Todos estes, com destreza e espírito de equipe, demonstraram alto grau de comprometimento no que se refere a Segurança Pública, discernimento, iniciativa e tino de responsabilidade, requisitos estes necessários para o bom desempenho da atividade policial militar realizando a prisão do delinquente, bem como, apreensão do simulacro de arma de fogo que usou na ação delituosa.

A todos os mencionados, os meus sinceros agradecimentos pela atuação e pela presteza em apreender o elemento nocivo à sociedade  que sem essa açõe poderia estar praticando mais delitos, visto que o mesmo confessou ser autor de varios roubos no Estado de São Paulo, inclusive participação em um homicídio.

Comente essa notícia

Utilize o seu facebook, para comentar