Vagner Mancini em conversa com elenco: time precisa vencer para afastar risco de queda (Foto: Bruno Cantini/Atlético)
O Atlético tem pela frente o seu penúltimo desafio como visitante no Campeonato Brasileiro. Na noite desta quarta-feira, às 21h, o Galo encara o Bahia, na Arena Fonte Nova, em Salvador, e tenta quebrar o jejum de vitórias fora de casa na competição. Outro objetivo do alvinegro na partida é se distanciar do Z4 da Série A.
A última vez que o Atlético venceu fora de casa foi em jogo válido pela 10ª rodada da competição. Na ocasião, o Galo bateu a Chapecoense por 2 a 1. O time reserva conquistou o triunfo com gols de Maidana e Vinícius, esse último, nos acréscimos. Desde então, foram 12 partidas, com seis empates e seis derrotas.
A campanha do Atlético como visitante começou com duas vitórias, sobre Vasco e Ceará, ambas por 2 a 1, com o gol da vitória nos acréscimos da etapa final. Depois disso, o time passou a derrapar em jogos fora de casa.
Continua depois da publicidade. Se a imagem não aparecer clic em F5

Atlético

O técnico Vagner Mancini não poderá utilizar o volante Zé Welison, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Em compensação, contará com retorno da dupla de zaga titular, formada por Igor Rabello e Réver, e do volante Jair.
A dúvida do treinador fica entre escalar um time mais ofensivo, como foi na derrota para o Athletico-PR, por 1 a 0, no último domingo, com apenas um volante em campo, ou uma equipe mais cautelosa. Brigam pela titularidade o volante paraguaio Ramón Martínez e o jovem meia-atacante Marquinhos.

Bahia

O técnico Roger Machado não poderá contar com o lateral-direito João Pedro e o meia Alejandro Guerra, ambos suspensos. Na vaga do lateral, o treinador deve utilizar Nino Paraíba, que não atua desde a derrota para o Flamengo, no Maracanã.
Em compensação, o time conta com o retorno de Flávio, que cumpriu suspensão no último fim de semana. Artur, que se recupera de lesão na coxa, e Marco Antônio, na fase de transição, podem reaparecer entre os relacionados.

Bahia x Atlético

Bahia
Douglas; Nino Paraíba, Wanderson, Juninho e Moisés; Flávio, Gregore e Ronaldo; Élber, Arthur Caike e Gilberto
Técnico: Roger Machado
Atlético
Cleiton; Patric, Igor Rabello, Réver e Fábio Santos; Jair e Ramón Martínez (Otero); Luan, Cazares e Marquinhos; Franco Di Santo
Técnico: Vagner Mancini

Comente essa notícia

Utilize o seu facebook, para comentar