Os novos brigadistas

 

Ter uma brigada de incêndio no local de trabalho é de grande importância tanto para o empregador quanto para os empregados, pois além de ser uma medida prevista na lei trabalhista a qual o empregador deve adequar-se, garante aos seus colaboradores um ambiente seguro e oferece condições ideais de trabalho, o que permite que os trabalhadores possam executar suas funções sem preocupações com a segurança, dando maior tranquilidade no dia a dia profissional.

De acordo com a norma regulamentadora NR 23, instituída pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), é determinada a criação de uma brigada de incêndio nas empresas que possuírem 20 funcionários ou mais. A forma de composição é a mesma das empresas com maior número de colaboradores, obedecendo a legislação. A NR 23 serve para que as empresas sigam as normas de segurança, de prevenção e atuem no combate ao princípio de incêndio nos locais de trabalho.

Atendendo a esse princípio, a Secretária de Saúde do município, Dra. Rejane Queiroz, proporcionou o referido Curso, aplicado pelo Corpo de Bombeiros local.

O Curso, ministrado pelo Sgt. Mariano, habilitou os cursistas, aos mais variados serviços de combate a incêndios, tais como:

– Identificar como a propagação do fogo, fumaça e gases quentes;

– Identificar e neutralizar os fatores que contribuem para a evolução de um incêndio;

– Compreender qual a influência da ventilação sobre o incêndio;

– Identificar os efeitos da fumaça e como controlá-la, entre outros.

E ainda prestar ajuda aos Bombeiros, nos casos de remoção e evacuação de pessoas, em caso de incêndio, primeiros socorros e outras atividades pertinentes.

A entrega de diplomas aconteceu no dia 14 deste mês, e todos eles, portanto, estão habilitados a darem todo o atendimento, quando necessário, até a chegada do Corpo de Bombeiros ao local, como brigadistas.

Comente essa notícia

Utilize o seu facebook, para comentar