sábado, 26 setembro , 2020

STF derruba prisão após 2ª instância e Lula deve ser solto

251

Por 6 votos a 5, o plenário do Supremo Tribunal Federal decidiu na quinta-feira (7) pela ilegalidade da execução de penas sem antes que todos os recursos forem examinados pela Justiça. O resultado final do julgamento modifica o entendimento que autorizava prisões após condenação por órgão colegiado em 2ª instância e que vigorava desde outubro de 2016. Um dos beneficiados pela mudança é o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso após ter a sentença no caso tríplex confirmada pelo TRF-4. (Via Poder360)

Comente essa notícia

Utilize o seu facebook, para comentar