Um calendário não serve só para marcar dias, semanas, meses e anos, datas comemorativas, fases da lua e até mesmo como agenda pessoal, social ou comercial. Serve também para ilustrar cidades, flora, paisagens, gente e ainda registrar história. É o calendário, um contador do tempo!

Dr. José Ribeiro Garcia criador do “Calendário História de Iturama” Se a imagem não aparecer clic em F5

O calendário usado atualmente foi instaurado pelo Papa Gregório III em 1582. E desde lá vem contando o tempo até então. E partindo desse princípio, o ilustre médico cardiologista, Dr. José Ribeiro Garcia, também ambientalista, habilidoso que é, elaborou com muito carinho e capricho, um Calendário que retrata a História de Iturama desde seus primórdios (1867).

Nele vemos as famílias pioneiras, depois de Dona Francisca Justiniana de Andrade,  os índios Caiapós às margens do Rio Grande, a Cachoeira dos Índios, sua regiliosidade; a evolução de seu comércio; seus homens públicos; seus esportes; sua cultura e personagens da Educação; gente da Saúde; sua Administraão Pública  e Jurídica; suas festas e folclore.

Além de marcador do tempo, o Calendário do Dr. José Ribeiro. me permito denominá-lo assim,  veio para ajudar a perpetuar a História de Iturama, pois ao consultá-lo todos os dias estaremos vendo o desenvolvimento de Iturama e relembrando seus precurssores, que se presentes ainda, se sentiriam orgulhosos da iniciativa de fazer da Fazenda Santa Rosa, depois Povoado de Santa Rosa, depois simplesmente Santa Rosa, depois Camélia, a Iturama progressista, altaneira e hospitaleira que é hoje.

Ao Dr. José Ribeiro Garcia, nossos cumprimentos pelo seu feito,  pelo seu nobre ato de enriquecer nossa cultura, agregando ao portfólio da história ituramense, mas este trabalho,mas este troféu, homenageando a nossa cidade. PARABÉNS!

 

Comente essa notícia

Utilize o seu facebook, para comentar