Meus amigos, quando vocês vão pagar o boleto da energia de suas casas, já notaram quanto pagam pela taxa de iluminação pública? Pois é! Pagamos sem reclamar e sem proveito da mesma!

Vocês já notaram também o quanto é deficiente essa nossa iluminação pública? As ruas escuras, as lâmpadas nem todas dão claridade suficiente em múltiplos pontos da cidade, isso quando não ficam acendendo e apagando e em muitos locais sem iluminação.

E o pior de tudo é que não se tem a quem reclamar. A CEMIG – Companhia Energética de Minas Gerais, uma das maiores do Brasil, não atende dizendo ser de responsabilidade da Prefeitura; a Prefeitura, repassa essa responsabilidade à uma empresa terceirizada, da qual só se tem os telefones 08009403983 e celular 99673-1908, que por sua vez alega não ter como pagar funcionários para dar manutenção e  troca de lâmpadas porque não recebe da Prefeitura. E se insistir na prefeitura é capaz de termos a resposta como já foi dita: “Quem se achar incomodado que se mude”.

 

Com esse jogo de “empurra-empurra com a barriga”, a população pagante é que “paga o pato”.

Será que vale a pena reclamar ao PROCON? Tenho minhas dúvidas porque os funcionários são indicados e emprestados ao órgão, pela Prefeitura. Logo não providenciarão contra o “patrão”. Nem sei se poderia ser atribuição do órgão. Vão alegar que não, certeza! E com isso fica a confirmação de que no Brasil não se  tem direito ao direito se tem!

Quando estamos na rodovia sentido Posto do Carlito à Iturama, avistamos lá do alto, a cidade de Iturama e seus bairros, o que nos orgulha pela sua extensão. Mas o comentário que se ouve é: “A cidade é grande mas êita luizinha ruim hem?”.

Chega dessas “luizinha ruim e amarela”. O tempo delas é passado. Por que não trocar por outras mais econômicas e bem mais luminosas? Não vão dizer que é “por serem evitadas por aleluias (libélulas)”.  Isso não cola mais. Ou será que só aqui a ter aleluias?

Multiplique a taxa de iluminação pública, por milhares de residências, comércio e indústrias da cidade e veja o quanto a CEMIG arrecada às custas de um serviço ineficiente e falho, deixando a cidade escura e seus moradores sujeitos a perigos diversos.

Vamos sempre nos omitir em nossos direitos? Vamos sempre ser explorados sem reclamar? Vamos sempre aceitar as desculpas descabidas e pagar pelo que não se tem?

Senhores da CEMIG!

Senhores da Prefeitura!

Senhores dessa empresa terceirizada!

Ponham a mão na consciência (se é que têm) e dá ao povo o que ele tem direito. Não se compactuem com o negativismo; não fiquem com o nosso dinheiro suado em troca de um serviço mal iluminado. Não explorem mais do que exploram, porque isso “é uma vergonha!”

 

Comente essa notícia

Utilize o seu facebook, para comentar