Suplente recusa vaga de deputado: ‘Não me adaptei à política de hoje’

Decisão foi anunciada após reunião com Rodrigo Maia. O ex-deputado Marcus Pestana disse ter reconstruído a vida na iniciativa privada

316

O “dono” da vaga aberta na bancada federal mineira com o licenciamento do deputado federal Bilac Pinto (DEM) para se tornar secretário de governo de Romeu Zema (Novo) não quis ocupar a cadeira na Câmara dos Deputados, que passou para o segundo da fila, Fabiano Tolentino (PPS). Primeiro suplente da coligação, o ex-deputado Marcus Pestana fez um desabafo ao comunicar, nesta terça-feira (27), sua decisão: “Não me adaptei à política como ela se dá hoje”, disse.

Segundo Pestana, a radicalização nas redes sociais e a ideia de rejeição da sociedade aos políticos pesaram na escolha, que também se deve a uma adaptação à iniciativa privada.

Comente essa notícia

Utilize o seu facebook, para comentar