Este ano a organização da Caminhada ficou por conta das equipes dos CRAS Bom Sucesso e Magnólia Azambuja com apoio das equipes do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS), Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Conselho Tutelar, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Prefeitura do Município. A Caminhada, em Iturama, teve a participação de alunos e professores das Escolas municipais, APAE, Objetivo e Casa de Acolhimento Dr. Paulo Henrique Delicole, que teve início às 08 horas da Praça do Santuário percorrendo algumas ruas da cidade e retornando a Praça.

Em Alexandrita, a caminhada aconteceu no período da tarde, iniciando as 13h30m, saindo da Escola Estadual Dom Alexandre, percorrendo a Avenida principal passando pela Praça de Santa Rita de Cássia e retornando para escola.

A vice-prefeita Cidinha Longo, esteve presente e falou da importância da campanha para garantir a integridade e os diretos das crianças e dos adolescentes. “É nosso dever proteger as nossas crianças e adolescentes. Por isso, estamos participando dessa campanha e chamando atenção da sociedade para zelar por esses direitos. A participação da família, escola e sociedade é de suma importância.” Cidinha, também agradeceu todos os parceiros que abraçaram a campanha e conduziu a oração do Pai Nosso pedindo paz e proteção.

As escolas participantes abraçaram a campanha e orientaram os alunos na confecção de cartazes e faixas que foram utilizados nas caminhadas.

Vale destacar, que na ultima terça-feira, dia 14, aconteceu uma importante palestra com promotor de Justiça Casé Fortes, na quarta-feira (15), foi realizado Blitz de Conscientização com distribuição de folders com dicas de como denunciar eventuais abusos contra menores.

O objetivo da campanha estimula a notificação e denúncia dos casos, que na maioria das vezes ocorrem dentro da própria família. “O abuso e a exploração sexual contra crianças e adolescentes têm reflexo direto na saúde da vítima, principalmente no aspecto mental. Os sinais mais frequentes são relacionados à mudança de comportamento, pois eles se tornam pessoas retraídas, que preferem o isolamento. Na fase escolar, as vítimas diminuem o rendimento de forma visível. Daí a importância de trabalharmos essa questão juntamente com a família e as escolas.

Também participaram da caminhada em Iturama o Tenente Edson da Policia Militar, comandante da 3°Cia Independente e o  Secretário de Desenvolvimento Social do município, Adriano Pichioni.

O prefeito Anderson Golfão, conhecedor da importância dessa campanha, ofereceu todo suporte para o sucesso da realização.

A proposta do Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes é destacar a data para mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos sexuais de crianças e adolescentes. É preciso garantir a toda criança e adolescente o direito ao desenvolvimento de sua sexualidade de forma segura e protegida, livres do abuso e da exploração sexual.

Para alertar sobre os casos suspeitos, os cidadãos podem utilizar o Disque 100 (Disque Direitos Humanos) e o aplicativo Proteja Brasil, os principais canais de denúncia de violações de direitos humanos do país.

caminhada faça bonito 1

Comente essa notícia

Utilize o seu facebook, para comentar