Como seguir em frente?

319

O Brasil, tem condições de sair vitorioso, com as condições e conduções políticas de até agora?

É temerário pensar mas tenho minhas dúvidas, diante de tamanha diversidade negativa colocando em risco, não a nossa soberania, mas a nossa independência social, política, econômica.

Vejamos: No Estado de Minas Gerais – nosso Estado – em 457 cidades tem obras que iniciadas a vários anos, estão inacabadas. Absurdo mas é verdade. São escolas, creches, hospitais e de infraestrutura, causando enorme prejuízo ao próprio Estado, à Nação e à sociedade. Obras sendo destruídas pelo tempo, por invasores quando poderiam estar atendendo a milhares de crianças, de alunos, a milhares de doentes e também a melhoria de vida, com relação a esgotos, tratamento e distribuição de água potável. Quantos milhões foram, nesses casos, jogados fora? E por que até hoje, as muitas autoridades dessas áreas, nenhuma delas, tomaram providências? Má administração, comodismo ou… vocês sabem o quê! Absurdo!

Nosso transporte, outro absurdo! Nossas rodovias, em estados precários em muitos lugares e em muitos Estados, onera as empresas de transporte, onera o produto com o preço do frete e onera o consumidor. O transporte aéreo, algumas em crise, outras lutando e os usuários (passageiros e empresas de importação), pagando a diferença. Mas e as nossas ferrovias? Quantas delas inacabadas (trechos sim, trechos não e pouco usadas?) São bilhões de reais ainda sem proveito, quando se concluídas, apesar dos anos de iniciadas, em quanto reduziria os custos de fretes? Em quanto beneficiaria o consumidor final? Mas não. Não concluem e por que não concluem se começaram? Outro exemplo negativo, é o transporte fluvial. Quantos Intermodais poderiam estar funcionando, favorecendo o custo de fretes? Ou isso não representa economia para o Brasil e seu povo?

Conforme noticiários e fala do Ministro da Economia, Paulo Guedes “O Brasil está à beira de um abismo fiscal”, porque foi gasto mais do que o arrecadado. Bate na tecla de que para o Brasil se reerguer é preciso a aprovação da reforma da Previdência, o que vem contrariando parte do Senado e da Câmara de Deputados. Se não for aprovada essa reforma, o que vai acontecer? Isso é o que queremos? Entendo que grande parte dos parlamentares não querem, visto que afetaria seus interesses, porque não se vê de maneira concreta, nenhum deles a favor da população. Isso é fato. Ao contrário não estaria a Nação como está, considerando as investigações e ações da Justiça até agora punindo “colarinhos brancos”.

Esse é um outro fator que intriga. A Lei é específica ou se submete à interpretações de cada um? Temer foi preso! Naturalmente dentro da Lei. Em seguida é solto, também por conta da Lei. Um prende, outro solta! Nada tenho com isso, é problema deles, mas quem está certo?

E agora, o Brasil que já foi espoliado em areias monazíticas, nióbio e outros minérios, madeiras, frutas, borracha, café; que enfrentou a ganância dos Estados Unidos e Inglaterra que queriam a Amazônia e ainda querem roubar ela do Brasil, sob a alegação de “patrimônio da humanidade”, agora, vem a França, com “as vendas e compras ilícitas” de fósseis descobertos no Brasil.

Diante de tudo isso que todos sabem, onde estão as ações de nossas autoridades, nossos gestores, nossos parlamentares que tanto badalam “lutar pelo bem do povo”? Balela?

E diante de mais outras tantas coisas, vem agora os ataques cibernéticos em empresas brasileiras, que representa ameaças sérias ao funcionamento e bom atendimento em hospitais, aeroportos, bolsa de valor, se atacarem computadores, energia e comunicação?

É por isso que pergunto: Se  os governos anteriores tiveram acertos e erros; se o governo atual está em vai-e-vem em suas falas e planos, como seguir em frente? O que esperar?Que Deus nos ajude!

 

 

Comente essa notícia

Utilize o seu facebook, para comentar