Saúde desenvolve ações em apoio à campanha Maio Amarelo

Objetivo é mobilizar a população para adoção de hábitos seguros no trânsito, tendo em vista o alto índice de internações e óbitos no SUS, causados por acidentes

371

Em apoio à campanha Maio Amarelo, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES) apresenta novidades no hotsite “Vida no Trânsito”. O objetivo é alertar a população para a importância da adoção de hábitos seguros nas vias e rodovias do estado, tendo em vista o alto índice de internações e óbitos causados por acidentes.

Somente em 2019, foram registradas 3.446 internações por acidentes de trânsito e 501 óbitos no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Em 2018, foram 22.383 internações e 2.947 óbitos.

As internações em 2019 já representam, até o momento, um gasto de R$ 5,5 milhões, destinados ao atendimento e tratamento das vítimas no SUS. Em 2018, R$ 35,5 milhões foram repassados para cobrir as internações na rede hospitalar que presta atendimento à população por meio do sistema.

Conforme explica a diretora de Vigilância de Agravos Não Transmissíveis da SES, Janaína Passos, é preciso atentar para o fato de os acidentes de trânsito serem responsáveis por grande parte das internações e óbitos no SUS.

“No Sistema Único de Saúde, os acidentes de trânsito são uma das principais causas de internações e óbitos, contribuindo para a diminuição da expectativa de vida da população. Por isso, a SES-MG apoia a campanha Maio Amarelo, com intuito de mobilizar a população para a prática de hábitos seguros nas vias do estado”, explica.

Entre as estratégias da SES em apoio à campanha, está a realização de reuniões integradas com diversos parceiros, com objetivo de divulgar as ações por meio das mídias sociais e mobilização nas Regionais de Saúde do estado e municípios. Além disso, é frequentemente reforçado, junto aos profissionais que atuam no âmbito da mobilização, que a temática exige uma abordagem conjunta entre os diversos atores sociais, o Estado e a sociedade civil, trabalhando de forma integrada e articulada.

Comente essa notícia

Utilize o seu facebook, para comentar