A goleada de 4 a 1 sofrida pelo Vasco na estreia no Campeonato Brasileiro, diante do Athletico Paranaense, ligou o sinal de alerta na Colina. Apesar de contar com o respeito da diretoria, incluindo o presidente Alexandre Campello, Marcos Valadares não deverá ser efetivado na função. O clube procura um substituto e espera definir o novo nome até o fim desta semana.

Jorge Jesus, que é português e tem no currículo clubes como Benfica e Sporting, está sendo sondado, com a ajuda do meia Bruno César, que já foi dirigido por ele em Portugal. O alto salário pode ser um complicador, porém, as correntes favoráveis tentam viabilizar uma sobra no orçamento para investir nele. Há, porém, quem tema que um estrangeiro, que pode requerer um tempo de adaptação, possa prejudicar os planos no Brasileirão por conta de pontuação.

Continua depois da publicidade. Se a imagem não aparecer clique no botão direito e clique em Inspecionar

.Dentre os brasileiros, Jair Ventura, que já dirigiu Botafogo, Santos e Corinthians, está bem cotado. Ele está sem clube desde que saiu do Timão no fim do ano passado. Porém, sua juventude é criticada pela ala mais tradicional do Vasco.

Dentre os experientes, Vanderlei Luxemburgo e Dorival Júnior estão no radar. O segundo já trabalhou em São Januário e conta com a simpatia de grande parte dos dirigentes, incluindo de Alexandre Campello.

Ainda sob o comando de Marcos Valadares o time volta a campo pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), quando recebe o Atlético-MG em, São Januário, no Rio de Janeiro. O time será definido no treino previsto para esta terça-feira.

 

 

 

Comente essa notícia

Utilize o seu facebook, para comentar