Se houver vontade, acontece!

Estão falando em criar uma frente de combate à má administração municipal em defesa de Iturama porque a cidade não merece viver com o que está acontecendo: descaso, incompetência, omissão, dúvidas quanto aos gastos municipais. Já estão aparecendo alguns voluntários para formar o Grupo de Ação! Arre! Até que enfim, porque mimimi não adianta. É preciso ter ações positivas!

Por quê esse Grupo de Ação?

Segundo a organização, a formação do Grupo de Ação, é porque “se os fiscais eleitos para isso não fiscalizam, o povo tem força bastante para fiscalizar, agir, providenciar por vários modos legais. Afinal temos ou não temos a Lei Ficha Limpa? Então vamos limpar o que está sujo”, foi a resposta!

E a Câmara não diz nada?

Outra resposta ruim: “A Câmara coitada, nada pode fazer! Pelo que se observou em reuniões, os vereadores, com mínimo de exceção, estão impotentes ou coniventes, não se sabe ao certo, mas não se manifestam em nada. Nada disseram ou providenciaram sobre a denúncia implicando o prefeito em possível caso de propina a um vereador de Campina Verde, como nada disseram ou fizeram, (pelo menos até agora), com relação a Operação Tanque Cheio, e porque o prefeito não estava na cidade e tão pouco procuraram saber, sobre a suposta “formatação de computadores” da prefeitura na véspera da ação. Ou melhor dizendo, não fiscalizam.”

 O pior está por vir

Abraham Linconl, um lenhador que se revelou um grande estadista, disse uma vez: “Você pode enganar uma pessoa por muito tempo; algumas por algum tempo; mas não consegue enganar todas por todo o tempo”. Parece que isto também vai acontecer por aqui. Fomos enganados por algum tempo, e em pouco tempo esse engano está acabando, e parece que agora vai acabar de vez porque as investigações continuam. Elas não pararam só pelo com o que foi feito! Maluf demorou 40 anos mas caiu! Outros “poderosos” também caíram; Temer, que era de temer, também caiu. E dentro em pouco tempo as ações da justiça também esticará seu braço até Iturama para “cumpri(r)mentar” mais alguns elementos…

Se essas ruas fossem minhas…

Se essas ruas, se essas ruas fossem minhas / eu mandava, eu mandava recapear / com serviço e asfalto de primeira / só pros carros e o povo melhor andar”.

“Nessas ruas, nessas ruas tem buracos / Só por causa, só por causa do descaso / Só dizem, repetem dinheiro não ter / Então gritemos exigindo o recebido aparecer!”

 

 

 

 

 

 

Comente essa notícia

Utilize o seu facebook, para comentar