No decorrer da 3ª Reunião Ordinária da Câmara Municipal, realizada na noite de ontem (18) do corrente, entre as Indicações feitas pelos vereadores e suas justificativas, o vereador Carlito, apoiado pela vereadora Ana Lúcia Menezes dos Santos, falaram sobre a viabilidade de os componentes da Banda Municipal serem contemplados com o pagamento de um salário mínimo, e não apenas a gratificação que recebem hoje da Prefeitura Municipal. E, diante da sugestão do vereador José Pichioni Filho, “criar um Quadro da Banda Municipal para dar legalidade a esse pagamento, uma vez que a maioria dos músicos, não são funcionários municipais. A sugestão, foi no momento, dirigida ao Secretário de Administração Municipal, Firmiano Borges, presente à Reunião.

Isolina Freitas Lima Leal

Os inscritos para usarem a Tribuna Livre, o funcionário Rodrigo Barbosa de Oliveira, a Presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, (SEPUM), Isolina Freitas Lima Leal. apresentaram agradecimentos ao prefeito municipal Anderson Bernardes de Oliveira (Anderson do Golfão), por retornar aos funcionários públicos, o benefício de 3% aos seus salários, beneficio este que havia sido retirado por gestores anteriores, e agradeceram também aos vereadores por terem dado apoio às reivindicações feitas nesse sentido.

Firmiano Borges

E, atendendo a solicitação oficiada aos Secretários de Administração Firmiano Borges e da Saúde, Dra. Rejane Queiroz, estes se apresentaram à Mesa Diretora para darem esclarecimentos sobre a situação financeira de como foi gasto o dinheiro público, do município.

O Secretário de Administração, respondendo às perguntas feitas pelos vereadores Ricardo Baiano e Ana Lúcia, esclareceu documentalmente sobre os gastos, receita, créditos existentes com o Governo do Estado, explicando como, quando e onde, inclusive com fornecimento aos vereadores citados, de documentos comprobatórios dessas movimentações financeiras, como também explicou sobre a situação de determinados setores, o de volta às aulas, de obras feitas e a serem feitas. Respondida as perguntas as explicações, com ressalvas, foram aceitas pelos vereadores que parabenizaram o Secretário, pelo atendimento e esclarecimentos prestados.

Dra. Rejane Queiroz

Já, a Secretária de Saúde, Dra. Rejane Queiroz, acompanhada da Diretora Clínica do Hospital do Povo, Dra. Izabela Freitas Marques de Queiroz Santos, relatou toda a mecânica de atendimento pelo SUS, suas leis, determinações e regras oficiais, regionalização, área de atuação, e outros quesitos, para os diversos procedimentos. Discorreu sobre atrasos, pagamentos e planejamento para quitação de restantes a pagar; sobre revisão de aparelhos e equipamentos; transporte com mais veículos em sua frota; sobre documentações e Alvará Sanitário necessários para maior abrangência e de procedimentos cirúrgicos.

Isso exposto, e sobre o porque da solicitação dos vereadores, sobre o caso da criança (neto de Antonio Dimas) que mesmo elogiando o atendimento inicial pelo Pronto Socorro ao seu neto, fez denúncia aos vereadores sobre não haver médicos para a cirurgia necessária para o caso e diante da demora para ser encaminhado para Frutal ou Uberaba, fez retirada da criança, seguindo para a cidade de São José do Rio Preto. Dra. Rejane esclareceu aos vereadores em detalhes todas as medidas tomadas por médicos, (atendimento, medicamentos, internação da criança e toda atenção e cuidados), até que houvesse a condição (vaga) para encaminhamento da referida criança à Frutal ou Uberaba.

Explicado e desfazendo dúvidas a respeito, Dra. Rejane também foi elogiada pelos vereadores pela sua atenção e esclarecimentos prestados, o que vem reforçar a confiança nos profissionais da saúde e do Hospital do Povo, bem como a Empresa OS de agora, que tem atendido com presteza os pacientes que procuram o Pronto Socorro, além da função organizacional no estabelecimento.

Comente essa notícia

Utilize o seu facebook, para comentar