A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves disse em um de seus polêmicos discursos ser “mestre em educação” e “em direito constitucional e direito da família”, títulos acadêmicos que, segundo apuração do jornal Folha de S. Paulo, ela não tem.

Questionada, Damares confirmou que, de fato, não possui o mestrado acadêmico. Mas seu título tem a ver com o ensino religioso.  “Diferentemente do mestre secular, que precisa ir a uma universidade para fazer mestrado, nas igrejas cristãs é chamado mestre todo aquele que é dedicado ao ensino bíblico”, disse à Folha.

Em um de seus discursos, ministra diz ter títulos de mestrado© Valter Campanato/Agência Brasil Em um de seus discursos, ministra diz ter títulos de mestrado

Ela não esclareceu porque diz ter conhecimentos tão específicos em assuntos como educação, direito constitucional e familiar. Fontes da bancada evangélica no Congresso afirmaram ao jornal que Damares já ostentou o título em outra ocasiões.

“E Ele designou alguns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres”. A ministra usa a passagem bíblica para justificar o uso do “mestre”.

Em seu currículo formal publicado no site da pasta consta apenas a graduação na Faculdade de Direito de São Carlos e em pedagogia pela Faculdade Pio Décimo.

Fonte: Catraca Livre

Comente essa notícia

Utilize o seu facebook, para comentar