Da vereança

Será por que a Mesa da Câmara Municipal recusou alguns vereadores de terem cargo nas comissões permanentes?

Será que é por estarem eles em Comissão que podia contrariar a vontade do prefeito nos diversos e polêmicos projetos apresentados para aprovação?

E falando nisso já veio o dinheiro (20 milhões) que o prefeito pediu? Se veio onde estão? Se não veio, não veio por que?

Mesmo contra a vontade popular, os vereadores aprovaram o projeto para venda de imóveis municipais. Vendeu algum? Se vendou foi por quanto? Onde foi aplicado o dinheiro? E se não vendeu, não vendeu por que?

 

Transparência ou falta dela?

Perguntaram se o Galo tinha conhecimento de alguma “nota fiscal” de doadores de prêmios em dinheiro, aos classificados do festival de música sertaneja “Caiapó”. Resposta: “-O Galo não sabe. Desconfia mas não sabe, porque isso de transparência é só falado mas não é mostrado!”

 

Saúde

Em Iturama (pelo menos por agora) é proibido quebrar braço, perna, clavícula etc, e procurar o Pronto Socorro, porque não tem médico ortopedista na cidade disposto a trabalhar de graça para a prefeitura.

 

Cadê o dinheiro?

Vereadores apresentaram ao público na Reunião do dia 21, documentos atestando que a Prefeitura, em 2 anos e um mês (2017-2018 e janeiro de 2019) recebeu a bagatela de R$ 247.786.000,00 e não tem dinheiro para pagar funcionários demitidos, médicos, aluguéis, fornecedores e outros. Então? O que foi feito do dinheiro? Cadê o dinheiro? Ninguém sabe, ninguém viu… Será que o gato comeu?

Comente essa notícia

Utilize o seu facebook, para comentar