Mulheres acima de 1,79 metro que conseguem manter o peso adequado ao longo da vida estão 31% mais propensas a viver até os 90 anos, indica estudo publicado no  Journal of Epidemiology & Community Health. Os resultados também indicaram que a atividade física pode interferir na expectativa de vida: exercitar-se por sessenta minutos diários aumenta a probabilidade de chegar aos 90 anos em até 21%; no entanto, passar desse tempo não traz benefícios adicionais, pelo menos para as mulheres.

No caso do sexo masculino, altura e peso não parecem influenciar na longevidade, mas o tempo de exercício físico, sim. Os pesquisadores afirmam que homens que dedicam pelo menos noventa minutos por dia a alguma atividade física estão 39% mais propensos a viver até os 90 anos. E isso não é tudo: a cada trinta minutos a mais se exercitando, há um acréscimo de 5% de chance de atingir essa idade.

“Embora a atividade física esteja ligada a maior longevidade em ambos os sexos, parece que quanto mais tempo os homens passam fisicamente ativos por dia, maiores são as chances de chegar à velhice, enquanto que sessenta minutos por dia são suficientes para as mulheres”, escreveram os cientistas. Apesar dos benefícios da atividade física, principalmente para o sexo masculino, a pesquisa revelou que, entre os participantes, as mulheres ainda parecem viver mais: 34,4% sobreviveram até os 90 anos de idade em comparação com 16,7% dos homens.

Comente essa notícia

Utilize o seu facebook, para comentar